Lance Moisés ao Rio

“Não podendo, porém, escondê-lo por mais tempo, tomou um cesto de junco, calafetou-o com betume e piche e, pondo nele o menino, largou-o no carriçal à beira do rio.”

Êxodo 2:03

 

Este versículo refere-se a atitude corajosa da mãe de Moisés Joquebede, que não podendo mais esconder seu filho lançou-o no rio.

Quem é pai ou mãe sabe do amor intenso que há entre um filho e uma mãe, e pode imaginar o quão difícil foi para esta mulher deixar seu filho sem saber se sua vida seria salva ou não. O que será que passou pela cabeça desta mulher? Será que ela chorou quando seus seios a avisava que estava na hora do menino mamar, e a sua memória trazia a imagem de Moisés no rio? Ou será que quando se lembrava de seu filho recordava também do Deus fiel que temos e descansava?

 

Quero chegar ao ponto em que Moisés tipifica o seu problema, e deixa-lo no rio é a mais total e absoluta demonstração de confiança em Deus. O texto bíblico nos revela no versículo seguinte que, a irmã do menino o observava de longe, em nenhum momento o texto fala se a mãe de Moisés o acompanhou pelo rio, ou se partiu e não olhou para trás.

 

Uma coisa e certa, o posicionamento de Joquebede quando lançou o cesto ao rio com seu filho foi de sublime entrega, e reconhecimento do poderio de Deus. Todas as circunstancias diziam MORTE, mas Joquebede viu além, ela olhou para Deus, ela confiou em Deus, ela tomou a decisão de fazer e, a posição de confiar, e Deus devolveu Moisés a ela são e salvo.

 

Assim faz Deus quando lançamos nossos problemas em suas mãos, ele nos devolve resolvidos. Não do nosso jeito, mas do jeito de Deus.Mas Ele requer algo de nós, INTEIRA CONFIANÇA. Salmos 9:10 diz” Os que conhecem o teu nome confiam em ti, pois tu, Senhor, jamais abandonas os que te buscam.“ independentemente do que houve em nossa vida, ou do problema que tentamos esconder, confie e busque a Deus verdadeiramente, pois Ele não resiste a um coração que O busca e confia Nele.